Centro Cultural São Paulo

 

Restauro de obras do IV Centenário | 2018

Projetos em andamentos

Bank of America patrocina restauração de obras do IV Centenário

O conjunto de obras, que integrou a exposição que inaugurou a Oca em 1954 em comemoração ao IV Centenário de fundação da Cidade de São Paulo, está passando por um processo de restauração com a possibilidade de acompanhamento em tempo real.

Na ocasião das comemorações, dentre inúmeras atividades, foram expostos quatro painéis de Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Clóvis Graciano e Manuel Lapa. Além disso, há três anos, outra obra foi descoberta na Oca, atrás de uma parede falsa.

Em 2015 foi firmado contrato de patrocínio entre o Bank of America Merrill Lynch (https://www.bankofamerica.com/), a Secretaria Municipal de Cultural | CCSP e AACCSP para a restauração de parte das obras, com a ideia de reuni-los totalmente restaurados em um grande evento comemorativo.

Aos interessados em acompanhar o processo de restauração da obra “Mineração”, de Clóvis Graciano, é possível realizar agendamento das visitas através do telefone (11) 3397-4039, com a equipe do Centro Cultural São Paulo.

As obras “Procissão”, de Tarsila do Amaral e “O Restelo”, de Manuel Lapa, já foram restauradas pelo arquiteto conservador Renato Carvalho.

 

 

O mural “Missa de 25 de Janeiro (Conversão de São Paulo) 1554”, de Manuel Lapa, está na fase final de restauração pelo conservador Julio Moraes. O mural, localizado no Parque Ibirapuera – Oca, também poderá receber grupos para visita, quando os últimos detalhes serão finalizados.

O IV Centenário da Cidade de São Paulo foi um evento que comemorou os 400 anos de fundação da cidade de São Paulo. As atividades relacionadas à data aconteceram nos dias 9, 10 e 11 de julho do ano de 1954. O evento tinha como objetivo ser a síntese tridimensional da história da cidade que naquele ano comemorava os 400 anos de sua fundação.

Com a realização de inúmeras exposições ao longo dos anos, as obras se encontravam em um estado de conservação muito fragilizado, necessitando de restauro com a máxima complexidade, feito de modo rigoroso e preciso, a fim de garantir o uso correto das técnicas e maior longevidade da obra.

Segundo Eduardo Navarro, Supervisor de Acervos do CCSP: “Os painéis estavam de forma geral num estado bem precário, principalmente o suporte deles que estava extremamente desgastado, o que impossibilitava a exposição, e provavelmente eles se desintegrariam em algum tempo porque o estado era bem precário. Então a gente conseguiu pessoas qualificadas para resolver esse problema e assegurar que eles vão durar por um bom tempo”.

Próximos Passos

Com a restauração das obras finalizada, os próximos passos são a elaboração e confecção de um catálogo e organização do evento de lançamento e exposição.

O catálogo possui o objetivo de complementar o conjunto de ações propostas, buscando atender expectativas primariamente socioculturais. O catálogo deve trazer a ação artística com conteúdo exclusivo, mediante a contratação de um pesquisador específico e que já possua uma relação com o objeto de pesquisa, além de proporcionar um trabalho fotográfico das obras de primeira qualidade, bem como de todo o processo de restauração. O catálogo, em si, possui o papel de legitimar e perpetuar os resultados da ação. Em linhas gerais, servirá como um veículo para alcançar o público e apresentá-lo ao conjunto de obras restauradas, bem como seu valor histórico cultural para a cidade de São Paulo.

Tendo em vista a promoção do projeto, apresentação dos resultados obtidos ao público e entrega das obras restauradas à cidade de São Paulo, será realizado um evento de lançamento. A previsão é de que ocorra no dia 25 de janeiro de 2019, data em que se comemora o 465º aniversário de São Paulo e que há 65 anos recebeu a exposição das referidas obras, em homenagem ao IV Centenário.

 

 

 

 

logo aaccsp
3271-7329
aaccsp@aaccsp.org.br
facebook